5 Simple Techniques For preço de camera de segurança

preço de camera de segurança
É verdade que o penúltimo //tiddler// ''Crepúsculo de Primavera'' foi já de alguma forma uma primeira tentativa. Mas period necessário um //tiddler// que assumisse essa homenagem de uma forma transparente. Aqui está.

Tive outras visões naquela madrugada. Preparei minha máquina de novo. Tinha um perfume de jasmim no beiral do sobrado. Fotografei o perfume. Vi uma lesma pregada na existência mais do que na pedra.

Limito-me a encontrar justificações plausíveis para poder prosseguir com a minha prática? Renato Roque, Setembro 2013@@//

Algumas estruturas destas têm sido datadas entre o século III e século V, podendo portanto corresponder à ocupação romana, que poderia ser responsável pela introdução da cultura da vinha, no entanto será possível classificá-las, na sua singeleza, como romanas? Depois desta curta explicação, perguntar-se-ão o que tem a ver a primeira imagem com tudo isto. Nada e tudo, responderei.

Que não se muda já como soía. Luís Vaz de Camões@@ É curioso observar na imagem a forma como se obtêm o padrão desenhado na parede. Como com certeza o papel de parede era muito caro naquele tempo, as pessoas desenhavam o padrão com tinta, recorrendo a um molde que iam colocando ao longo da superfície, até a cobrir integralmente. Hoje o papel de parede, fora de moda, seria indubitavelmente mais barato. Esta imagem e a mudança que revela recordaram-me aqueles que hoje como ontem mudam de opinião ao sabor do vento.

Até agora a arte só tinha a ver com o Belo e a Beleza e não com a Verdade. Por isso as artes que produzem tais obras se chamam Belas-Artes em oposição às artes manuais, que fabricam utensílios...Mas se a arte é o "pôr-se em obra a verdade" dever-se-ia retomar a ideia, felizmente ultrapassada, de que a arte é uma imitação e uma cópia do actual? A conformidade com o ente actual vale há muito como a essência da verdade. Mas então achamos que aquele quadro de Van Gogh copia um par existente de sapatos de camponês e é, desse modo, uma obra de arte, porque consegue fazê-lo bem? Achamos que o quadro retira do true efetivo uma cópia e a transforma em obra de arte? De modo algum. Na obra de arte não se trata de uma reprodução de cada ente singular existente.

(do mundo e as nossas). Por essa pequena sentença me elogiaram de imbecil. Fiquei emocionado e chorei. Sou fraco para elogios.@@ Haverá no livrinho com certeza muito mais provas, mas eu ainda não entrei no "estado de imagem" para ver os desveres.

Todas as obras têm este carácter de coisa[Das Dinghaft]...A tão evocada vivência estética não passa sem o autoáter de coisa da obra de arte...Mas a obra de arte, além do automobileáter de coisa, é ainda algo de outro. Este algo de outro que está nela constitui o artworkístico.@@

Não pretendo com este //tiddler//, nesta minha espécie de //weblog//, negar que aquela fotografia e aqueles fotógrafos (de que Adams tanto gosta) continuam a existir, mas hoje são, na maioria dos casos, se não aves raras, aves muito pouco valorizadas por quem manda e por quem escreve sobre fotografia. Prometo regressar ao livrinho "Why men and women photograph" de Robert Adams.

Que não se muda já como soía.// Luís Vaz de Camões, //Sonetos//@@ Gosto muito desta fotografia. Poderia pertencer ao livro [[''Arca de Noé''

Temos de ser todos nós a construir uma alternativa diferente! Comecemos por ser desconfiados. Não acreditemos facilmente no que nos dizem! Tenhamos memória e lembremos o que nos disseram ontem.



Senti as raízes cederem. Transformei-me em pássaro e levantámos voo juntos. Sobrevoamos prados verdes, searas de ouro e campos rubros de papoilas. Ao cruzar um souto olhei os castanheiros-irmãos e chorei uma lágrima que caiu na terra de onde brotou uma nova árvore.

Fileá-la pela calada e fala claro Fala deveras saboroso Fala barato e fala caro Fala ao ouvido fala ao coração Falinhas mansas ou palavrão Fala à miúda mas fileá-la bem Fala ao teu pai mas ouve a tua mãe Fala francês fala béu-béu Fala fininho e fala grosso Desentulha a garganta levanta o pescoço Fala como se falar fosse andar Fala com elegância muito e devagar. Alexandre O'Neill@@

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *